Aprendendo sobre marketing digital com muito Rock’n’Roll

Na última quinta (13) foi comemorado o Dia Internacional do Rock, o estilo musical surgido nos EUA entre 1940 e 1950 e que movimentou mais de 3 bilhões de dólares em 2016 nos Estados Unidos só com a venda de discos. Se levarmos em consideração outros produtos que circulam nesse mercado, esse número vai às alturas. É um mercado bilionário, o que nos traz a pergunta: Como?

Além da enorme qualidade musical, estilo de vida autêntico e composições que chegam a ser tão pessoais, as bandas de rock seguem passos que, se compararmos com as estratégias de marketing, são a fórmula perfeita do sucesso.

 

Rock and Roll X Marketing Digital

Você compra discos de uma banda que não gosta ou não conhece? Ninguém compra. Então, para uma banda vender discos, camisetas, pôsteres, canecas, etc., ela precisa ter fãs, ser conhecida. Logo, para sua empresa vender seus produtos e serviços, você precisa conquistar seu público. Mas como?

Em primeiro lugar, vemos que os ensaios do grupo são como o planejamento da equipe de marketing. Esse é um tempo extremamente útil e essencial para arrebentar no show. Planejar é a única forma que existe para alcançar um ótimo resultado sem contar com a sorte. Se uma banda não ensaiar, não há como tocar bem. Se uma equipe não planejar, não há como alcançar seus objetivos.

As composições são o grande atrativo das bandas. Tocar bem é obviamente muito importante, mas o que conquista os fãs são as composições. Elas mostram a ideologia da banda, passam uma visão, é o discurso delas. Os conteúdos acessados gratuitamente, seja pela página de materiais ou blog, produzidos pela sua empresa, são extremamente importantes para atrair e cativar seu público. São por esses conteúdos que seu público descobrirá você, te ouvirá e te seguirá. Não tem como conseguir fãs sem um bom conteúdo.

O que os fãs da banda representam na empresa? Esses são tanto os leads quanto os clientes. Eles podem ainda não ter comprado um disco da banda ou podem ter a coleção inteira, mas com cer…

Clique aqui para ver a publicação completa

Leave a comment